Música de Gilmar Silva vira sucesso e está entre as mais tocadas no Sul do Piauí

0
109

“Vai doer, mas vai passar”. Essa é a música mais tocada nas últimas semanas na macrorregião de São Raimundo Nonato, no Sul do Piauí. De autoria do compositor piauiense Zé Malhada e cantada originalmente pelo cantor Gilmar Silva, forrozeiro natural de Dom Inocêncio, a canção caiu nas graças do público. Nas emissoras de rádio da região, a música está no topo.

Nos últimos dias, diversas pessoas têm compartilhado vídeos nas redes sociais enaltecendo a qualidade e o sucesso da música interpretada por Gilmar Silva. Com forte apelo entre piauienses da região Sul que moram em São Paulo, o forrozeiro também tem visto sua música repercutir entre os conterrâneos que residem no Sudeste do país. Além disso, outros artistas também têm destacado o sucesso da nova música.

Sanfoneiros como Sandrinho do Acordeon e Maurinho do Acordeon, dois dos artistas mais conhecidos do Sul do Piauí, publicaram vídeos nas redes sociais enaltecendo o novo sucesso do conterrâneo. Do Ceará, o sanfoneiro Cláudio Santos também fez postagem destacando a repercussão da música de Gilmar Silva. Além desses, vários outros forrozeiros têm se manifestado a respeito do sucesso que a música vem alcançando no Piauí e até fora do Estado.

Com 20 anos de carreira, Gilmar é categórico ao dizer que essa é a música de maior sucesso que ele já gravou até aqui. “Avalio que nunca na história de Dom Inocêncio tinha tido uma música de um artista local com essa repercussão toda. Digo isso com toda humildade porque são as pessoas que estão dizendo. Estou vivendo um momento nunca vivido antes. A música está sendo cantada por crianças, jovens e adultos. Eu estou muito feliz”, resumiu o cantor.

Gilmar Silva, “o piauiense arretado”, tem sete CDs gravados, alguns com participações de artistas consagrados como Caninana, Genival Lacerda, Chambinho do Acordeon, Francis Lopes, João Lacerda, Targino Gondim, Muleke Doido, Cristiano Neves e Gonzaga Lu. A música “Vai doer, mas vai passar” está disponível nas plataformas do Palco MP3 e do Suamusica.com.

Fonte: Portal Sertão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Por favor, preencha seu nome auqi